Algumas das recomendações para a manutenção preventiva de seu veículo:

Publicado: dezembro 18, 2007 em dicas

Algumas das recomendações para a manutenção preventiva de seu veículo

– Cabos de Velas e Velas: são responsáveis pela boa queima do combustível interferindo diretamente no rendimento do veículo, bem como o consumo de combustível. É ideal verificar esses itens a cada 30.000 km.

– Filtros de ar, óleo e combustível: Esses componentes são responsáveis pela retenção de impurezas que entram no motor, portanto tem uma vida útil baseada na quilometragem do veículo. Fique atento para que os períodos de troca não sejam ultrapassados.

– Correias: A quebra da correia poderá causar até o empenamento das válvulas.

– Limpeza de carburador ou sistema de injeção: caso haja algum impedimento nesse suprimento, o consumo de combustível e o rendimento do carro serão afetados.

– Nível e a quilometragem do óleo do motor: Se o óleo estiver com o nível abaixo do especificado, ou ainda, se tiver passado a hora de trocar, existe uma grande propabilidade de ocorrer uma falha grave no motor.

– Nível do fluido de freio: quando o nível estiver abaixo do normal pode indicar desgaste acentuado nas pastilhas e/ou lonas ou vazamento no sistema de freios.

– Luz de advertência: quando uma das luzes de advertência acende no painel é sinal que algo não funciona bem. É necessário identificar o sistema correspondente à luz acesa com base no Manual do Proprietário e procurar um profissional especializado para solucionar o problema.

– Trepidação do volante: é causada pela diferença de massas do conjunto pneu/roda. Isso indica a necessidade de um balanceamento das rodas.

– Pneus: é importante verificar se os sulcos não estão muito rasos, pois nesse caso o risco de aquaplanagem é muito maior. O desgaste concentrado em um dos lados do pneu indica a necessidade de um alinhamento de direção. Outro fator importante é sempre calibrar os pneus conforme as especificações do manual de acordo com a carga que será transportada.

– Fluido de Arrefecimento: é importante que o fluido esteja aditivado para proporcionar uma troca térmica eficiente e evitar a corrosão do sistema. Se o veículo possui ar-condicionado deve-se tomar um cuidado ainda maior, pois a solicitação térmica do sistema de arrefecimento nesse caso é maior.

– Ar-condicionado: recomenda-se verificar as condições do sistema pelo menos uma vez por ano. Nessa verificação deve-se observar as pressões do sistema e checar se o mesma está baixando a temperatura interna do habitáculo do veículo a ponto de proporcionar conforto.

– Palhetas do limpador de pára-brisas: as palhetas devem estar em boas condições para que a visibilidade não fique prejudicada em condição de chuva forte.

– Luz de sinalização externa queimada: verificar as luzes de sinalização externa, pois é uma obrigação diária, principalmente das luzes de freio e das setas, pois sem esses sinais o risco de um acidente é muito grande.

Fonte:http://www.gasnet.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s