Arquivo da categoria ‘notícias’

UFPE 3 mauricio-de-nassau
UFPE x Maurício de Nassau: a melhor e a pior de Pernambuco

Os resultados divulgados ontem pelo MEC para as instituições de ensino superior mostram bem a face das universidades e faculdades no Brasil.

Na verdade não há muita novidade no que foi divulgado. Era o esperado, depois da mercantilização do ensino que se instalou no país.

Como deixaram o “mercado” regular a qualidade das universidades e faculdades, nada melhor do que um belo ranking para que os estudantes saibam onde estudar.

Vamos aos fatos.

Entre as 10 melhores universidades do país, apenas uma não é pública: a PUC do Rio de Janeiro. Na prática é uma das poucas instituições privadas que possui pesquisa de qualidade.

Das quatro universidades daqui, a UFPE é a primeira (23a. do país, com 353 pontos), seguida da UFRPE (73o, com 272 pontos), da UNICAP (84a., com 263 pontos), e da UPE (132a., com 224 pontos). O universo foi de 172 universidades pesquisadas.

O CEFET, que é um Centro Universitário, ficou com 324 pontos, atrás apenas da UFPE, se considerarmos na listagem com as universidades.

Entre as faculdades e cursos isolados, em um total de 1.526 instituições, o que chamou a atenção foi a colocação da Maurício de Nassau. Foi a quarta pior instituição do país, com apenas 85 pontos. Conseguiu ficar atrás de instituições que ninguém conhece, como a Faculdade Decisão, a FAJOLCA, a FABEJA e a FAFOPAI.

PS: A Faculdade Maurício de Nassau entrou em contato com o blog, explicando as razões (convincentes) para o baixo resultado. Veja aqui.

A melhor instituição desse grupo em Pernambuco foi a Faculdade Marista, com 348 pontos. As notas das faculdades isoladas de Pernambuco não foram ruins, ao contrário do que muitos podem pensar.

As 10 melhores de Pernambuco foram:

  1. Faculdade Marista – 343 pontos
  2. Instituto Salesiano de Filosofia – 311
  3. Faculdade do Agreste de Pernambuco – 303
  4. Faculdade Santa Maria – 297
  5. Faculdade de Direito de Caruaru – 283
  6. Instituto Superior de Educação de Floresta – 279
  7. Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão – 252
  8. Faculdade Boa Viagem – 246
  9. Faculdade de Enfermagem de Arcoverde – 245
  10. Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina – 241

Para quem deseja os resultados detalhados, a melhor opção é ir ao site do INEP e baixar a planilha do IGC. Lá também estão os detalhes da metodologia da pesquisa oficial do MEC.

Abaixo vai apenas a colocação completa das instituições avaliadas em Pernambuco.

  1. Faculdade Marista
  2. Instituto Salesiano de Filosofia
  3. Faculdade do Agreste de Pernambuco
  4. Faculdade Santa Maria
  5. Faculdade de Direito de Caruaru
  6. Instituto Superior de Educação de Floresta
  7. Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão
  8. Faculdade Boa Viagem
  9. Faculdade de Enfermagem de Arcoverde
  10. Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina
  11. Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru
  12. Faculdades Integradas Barros Melo
  13. Faculdade de Enfermagem de Belo Jardim
  14. Faculdade Integrada do Recife
  15. Faculdade de Ciências Humanas de Olinda
  16. Instituto Superior de Educação de Pesqueira
  17. Focca – Faculdade de Olinda
  18. Centro de Ensino Superior do Vale São Francisco
  19. Faculdade Santa Helena
  20. Faculdade de Ciências Humanas do Sertão Central
  21. Faculdade de Odontologia do Recife
  22. Faculdade Frassinetti do Recife
  23. Instituto Pernambuco de Ensino e Cultura
  24. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco
  25. Faculdade do Vale do Ipojuca
  26. Faculdade Integrada de Pernambuco
  27. Faculdade Metropolitana da Grande Recife
  28. Faculdade Salesiana do Nordeste
  29. Faculdade dos Guararapes
  30. Centro de Ensino Superior de Arcoverde
  31. Faculdade de Ciências de Timbaúba
  32. Faculdade de Odontologia de Caruaru
  33. Instituto Pernambucano de Ensino Superior
  34. Escola Superior de Marketing
  35. Escola Superior de Relações Públicas
  36. Faculdade de Ciências Contábeis de Recife
  37. Faculdade de Formação de Professores de Araripina
  38. Faculdade de Ciências da Administração do Limoeiro
  39. Faculdade da Escada
  40. Faculdade Escritor Osman da Costa Lins
  41. Instituto de Ensino Superior de Piedade
  42. União de Escolas Superiores da Funeso
  43. Faculdade de Ciências da Administração de Garanhuns
  44. Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco
  45. Faculdade Européia de Administração e Marketing
  46. Faculdade de Educação Superior de Timbaúba
  47. Faculdade de Formação de Professores de Belo Jardim
  48. Faculdade de Formação de Professores de Afogados da Ingazeira
  49. Faculdade José Lacerda Filho de Ciências Aplicadas
  50. Faculdade de Formação de Professores da Mata Sul
  51. Faculdade de Formação de Professores de Goiana
  52. Faculdade de Ciências Humanas Esuda
  53. Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Igarassu
  54. Faculdade Decisão
  55. Faculdade Luso-Brasileira
  56. Instituto de Ensino Superior de Olinda
  57. Faculdade Maurício de Nassau

Durante os feriados americanos o Wal-Mart venderá computadores linux por 199 dólares.

O nome do computdor é “Green gPC”, feito em Taiwan será vendido em 600 lojas e online nos Estados Unidos. O mesmo computdor com Windows Vista custará 298 dólares. O nome do sistema Linux que rodará no computador chama-se gOS e é derivado do Ubuntu.

Fonte: http://www.physorg.com/news113062923.html

O depoimento de um dos funcionários do laticínio de Uberaba, em Minas Gerais, que adulterava a embalagem de queijo vencido para vendê-lo como novo revelou que o escândalo é maior do que se imaginava. Os primeiros dados colhidos mostram que os fraudadores despejavam 20 toneladas de queijo estragado na capital paulista e em mais quatro cidades do interior do Estado – Ribeirão Preto, Bauru, Guaratinguetá e Presidente Prudente. Mas Polícia Federal (PF) desconfia que o problema tenha proporções muito maiores, talvez nacionais.

Para dimensionar o tamanho do problema e reforçar o esquema de combate, a Direção da PF convocou o encarregado da operação, delegado Ricardo Ruiz, da delegacia de Uberaba, para ir a Brasília dar explicações sobre as fraudes em leite e derivados. Ruiz se reúne ao longo do dia com o diretor-geral, Luiz Fernando Corrêa e com chefes de áreas técnicas e operacionais, inclusive a inteligência. A partir das informações, a PF deve definir uma estratégia mais ousada de combate a quadrilhas que atuam no setor, possivelmente em várias partes do País.

O funcionário, com identidade mantida em sigilo, foi preso junto com outras duas pessoas numa diligência da PF no galpão de uma empresa de laticínios em Uberaba. O queijo fraudado era adquirido de graça, como rejeito, ou a preço ínfimo em seis laticínios de Goiás. O produto era levado para Uberaba, onde era desembalado, limpo e reembalado com prazo de validade atualizado e com marcas distintas para confundir a fiscalização. De Uberaba o produto seguia para supermercados e pontos varejistas da capital paulista e quatro cidades do interior.

Fonte: Agência Estado

A BECTA (British Educational and Technological Agency), um órgão do governo britânico, apresentou queixa contra a Microsoft na OFT (Office of Fair Trading) alegando práticas anticompetitivas no mercado de software para as escolas. O ponto fundamental de desacordo é o Office 2007 e sua falta de suporte para o padrão internacional ODF. Enquanto não houver acordo, a BECTA recomenda às escolas que não adquiram novas licenças Microsoft e que não renovem as já existentes.

Mais em: http://news.becta.org.uk/display.cfm?resID=34425

» Negroponte defende Microsoft

Publicado: outubro 31, 2007 em notícias

“Nicholas Negroponte, presidente da ONG One Laptop per Child (Um Computador por Criança), defendeu a criação de uma versão do sistema operacional Windows para o XO, o computador portátil de baixo custo desenvolvido pela organização. A máquina foi desenvolvida para rodar o sistema operacional Linux”

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL162995-6174,00.html

Randall Ellis, hacker americano de 19 anos, deverá comparecer ao tribunal californiano para responder pelas acusações de ter invadido o sistema de emergência policial americano, mais conhecido como 911.

Segundo o site The Register, Ellis cadastrou um chamado sob um número falso de Orange County, Califórnia, fingindo ser um usuário de drogas adolescente que havia sido baleado e que estava na mira de bandidos que também ameaçavam a vida de sua irmã.

Como resultado, a equipe especial da SWAT, armada com rifles, cães farejadores e até mesmo um helicóptero foi prontamente enviada ao local, conforme noticiou o jornal The Orange County Register.

A situação poderia ter sido pior, caso a força policial tivesse disparado seus rifles contra o morador do endereço do trote que, assustado, saiu de casa armado com uma faca de cozinha. O morador e sua esposa foram algemados até que o mal-entendido fosse desfeito pouco depois.

Os métodos utilizados por Ellis não foram divulgados por questões de segurança, mas o jovem será julgado por acesso não autorizado a um computador e fraude, prisão ilegal por violência, notificação falsa de um crime e ataque com uma arma de fogo por procuração.

A polícia ainda afirmou ter motivos para crer que o hacker foi responsável por outros trotes que geraram retornos semelhantes em outras cidades do estado do Arizona, Pensilvânia e em Washington, onde mora.

Embora trotes para o 911 não sejam incomuns, o método de ação do hacker é um fenômeno em crescimento, que foi batizado pelas autoridades de “SWATting” (que em inglês quer dizer “golpear”) e embora não tenha tido resultados desastrosos, pode provocar danos reais aos envolvidos na ação, bem como causar problemas para as estruturas de segurança do país e se tornar uma ameaça mais significativa do que os convencionais atos de ciberterrorismo, noticiou o site heise Security.

Fonte: http://www.geek.com.br/modules/noticias/ver.php?id=13601&sec=5

Uma matéria recentemente publicada no jornal inglês The Guardian afirma que o programa gratuito Google Earth, que mostra imagens via satélite do mundo inteiro, está sendo utilizado por forças palestinas para ataques a israelenses.

O grupo Brigada de Mártires al-Aqsa, ligado ao partido político Fatah, diz utilizar a ferramenta para ajudar a determinar o alvo de seus mísseis que, embora imperfeitos, já foram capazes de matar dezenas de pessoas nos últimos três anos e ferir outras tantas. “Obtemos os dados do Google Earth e os comparamos com nossos mapas do centro da cidade e áreas importantes”, explicou Khaled Jaabari, comandante do grupo em Gaza e conhecido como Abu Walid.

Walid demonstrou ao jornal como funcionam os ataques, selecionando um alvo desabitado no deserto de Negev. Al-Aqsa é um dos muitos grupos militantes que disparam mísseis de Gaza à Israel. Um ataque semelhante realizado pelo Jihad Islâmico em uma base militar em setembro feriu mais de 50 soldados.

Abrindo arquivos sobre mísseis em seu computador, o comandante explicou terem descoberto uma maneira de fazer com que os mísseis caseiros atinjam distâncias maiores, um processo secreto que já teria começado a dar resultados.

O serviço Google Earth traz, além de mapas fotográficos via satélite, modelos 3D detalhados de algumas regiões do mundo. Contudo, as imagens são atualizadas com periodicidade irregular, levando anos por vezes, o que tornaria o software inútil para ataques a alvos móveis. Ainda assim, especialistas de defesa já afirmaram anteriormente que a facilidade com que as informações podem ser obtidas pode trazer riscos para organizações militares.

Para o Major Charlie Burbridge, do exército inglês, missões de reconhecimento são ameaças constantes às bases militares, e o uso de imagens pela internet é apenas mais um método de como isto pode ser feito.

Em janeiro, oficiais britânicos afirmaram que rebeldes ligados à al-Qaeda estariam utilizando os serviços do Google Earth para localizar alvos potenciais em bases britânicas ao sul da cidade iraquiana de Basra.

Em declaração oficial ao jornal, a Google diz estar ciente do mau uso do Google Earth pelos militares da al-Aqsa, mas disse que não comentará especificamente o caso. Contudo, a empresa diz que imagens de satélite de alta resolução de qualquer parte do mundo estão disponíveis amplamente de inúmeras fontes. “Até quem sobrevoa ou dirige por um terreno pode obter informações similares”, justificaram.

A Google não confirmou se já recebeu pedidos do governo de Israel para bloquear imagens de determinadas áreas no serviço, algo que já foi feito por alguns países, mas disse estar comprometida a trabalhar com oficiais para aumentar a segurança pública. A matéria original, em inglês, que possui link para um vídeo da simulação feita por Abu Walid, pode ser lida aqui.

Fonte:  http://www.geek.com.br/modules/noticias/ver.php?id=13889&sec=3